A famosa esfiha da Rua Carlos Gomes

“A famosa esfiha da Carlos Gomes” ou “esfiha do chinês”. Esses são alguns dos termos utilizados por quem  não conhece o nome da lanchonete que vende a mais tradicional esfiha (ou esfirra) de Salvador. A Good Day (popularmente chamada de”gudêi”) fica localizada na esquina da Rua Carlos Gomes com a Rua da Forca e originalmente é uma pastelaria. Isso mesmo meus amigos, uma pastelaria chinesa é responsável pela clássica esfiha.

Só fui descobrir que era uma pastelaria ao escrever esse post, mas olha ele ali!

Mas por que famosa? Bem, quando eu a conheci há muitos anos, ela já foi me apresentada assim, mas basta provar a iguaria pra entender o motivo da fama. A esfiha além de barata (custa 5 realidades) possui uma massa sequinha e um recheio farto e suculento. O carro-chefe é a de carne, mas também é possível encontrar lá o recheio de frango, além de outros salgados. E sabe como isso tudo pode ficar ainda melhor? Quando você faz uso do molho agridoce (aquele rosa encontrado em todo restaurante chinês). Tanto ele como a tradicional mostarda e uma pimentinha marota estão disponíveis no balcão.

Olha esse recheio!

Por falar em balcão, é lá que você fará seu lanche, pois o local não possui cadeiras nem tampouco mesas. Pensa que isso impede que haja procura? Jamais! Sempre que apareço por lá (ou seja, TODA vez que vou ao centro da cidade) o local está movimentado, com gente de todo tipo. E é assim que você vê o quanto aquele lugar carrega história, pois vira e mexe surge alguém falando que frequentava ali desde criança, que conheceu através de avós, pais, etc. Então apesar de ser um lugar bem simples, o Good Day é um ponto de encontro de gerações!

Curiosidade: soube que o local foi o primeiro emprego do cantor Tatau (ex-Araketu). Dizem que no carnaval, sempre que passa pelo local, ele para o trio e conta tal história.

O QG da esfiha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *